Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Lista de presentes para mim

por Lucelia, em 12.12.13

Ena estou tão entusiasmada porque tenho ali o sitemetro aos saltos que até parece que encomendei uns chineses ou filipinos para virem cá dar uns cliques a troco de uns cêntimos como eu já li algures que há assim umas famosas que fazem. E aproveito o embalo para dizer que nos blogues e no feicebuque está tudo a pôr as listas de presentes que querem para o Natal e eu também quero pôr aqui a minha lista! Não que eu espere receber algum presente porque as minhas amigas são mais forretas do que as famosas ali dos cliques que essas ao menos sempre estão a alimentar umas centenas de famílias lá do outro lado do mundo.

 

Mas nunca se sabe se passará por aqui assim um mecenas das fufas que vai e diz olha que gira esta que querida que assumida espera lá que eu vou-lhe mandar uma ou todas as coisas que ela tem aqui na lista para lhe tornar o Natal mais feliz. Sei lá, uma pessoa pode sempre ter esperança porque isto da net é mesmo assim, eu estou aqui a escrever mas há quem me esteja a ler lá na Índia ou assim se bem que esses não percebem nada mas sabem usar o google traduz-me porque eu já recebi uns mails de lá e vi logo que aquilo tinha sido traduzido por uma máquina. E já sei que as outras me vão dizer que os indianos não vão perceber patavina disto mas se calhar só pelas imagens eles vão-me achar piada e vão-me mandar uns presentes porque se há quem acredite no Pai Natal eu também posso acreditar nuns indianos que gostem de fufas portuguesas da Rinchoa!

 

O primeiro presente da minha lista é um bilhete para o concerto da Ana Carolina porque eu gosto tanto dela, tem cá um vozeirão e nem quero saber se é fufa sapatona ou bi porque ela é que sabe quem são as musas ou musos que a entusiasmam para cantar assim. Até vou tentar uma coisa que nunca fiz antes que é pôr um linque para o site onde se compram os bilhetes e se me quiserem oferecer um ou dois porque eu assim ia com a Micaela é só mandarem ao meu cuidado para o restaurante Estrela do Demo que eu depois entendo-me com o Sr. Vitor. Pode ser dos mais baratuchos que a gente não se importa porque não somos garganeiras como outras que há por aí que pedem mundos e fundos com promessas de viagens e assim e depois vai-se a ver e aquilo não era nada, era só uma forma de terem mais cliques nos blogues!

 

 

Ana Carolina

 

 

Segue logo em segundo lugar um ou mais bilhetes para a festa de Carnaval do Lesboa que é assim uma festa muito grande que fazem de vez em quando para as fufas de Portugal inteiro se encontrarem e dizerem mal umas das outras e verem se há assim alguma nova no pedaço, esta parte é mais para a Zefa só que ela agora tem namorada não sei se vai ser fácil andar por lá a ver quem está a dar sopa e quem já tem o que comer. Estes bilhetes é que eu ainda não sei o preço porque só disseram o dia e para a gente marcar a data no feicebuque mas eu depois venho cá actualizar e estes é que podiam ser assim uns quantos porque estas festas são muito mais divertidas se formos em grupo e olha que grande ideia que eu acabei de ter! Podia ser assim a primeira excursão do Clube Safo da Rinchoa e então seria uma espécie de patrocínio que nos davam para irmos lá e ver como estavam as coisas e depois virmos todas cá fazer uma reportagem, olha que grande ideia! Se nos quiserem então patrocinar é só mandar um mail para o blogue que é o mesmo nome e depois aquele a com a voltinha por todo o lado sapo.pt e indicarem o montante que é para eu saber quantas t-shirts tenho que mandar fazer para irmos todas vestidas de igual! Não consigo encontrar o linque da festa mas fica aqui uma imagem daquela moça muito bonita e jeitosa que é a Beyonce que parece que também vem cá em Março, se calhar foi convidada para a festa das fufas o que é indecente e é para verem como são as coisas porque estas moças assim giras e famosas são convidadas para tudo e mais um par de botas e nós as desgraçadas temos que andar a pedinchar os nossos presentes de Natal nos blogues.

 

 

 

 

 

Já agora aproveito e peço o livro da Ana Zanatti porque queria mesmo ler e a Maria Antónia não me empresta o dela porque diz que uma vez emprestou-me um livro e eu devolvi-lhe com páginas em falta o que é uma grande mentira porque quando ele veio já não vinha completo.

 

 

 

 

E por último o filme de duas fufas que fazem tomates verdes fritos que eu ao princípio nem achei que eram porque era muito ingénua naquela altura e não sabia ler nas entrelinhas mas agora já sei e vejo tudo o que se passa, só tenho que avisar quem ainda não viu que o filme é muito triste e acaba muito mal porque isto a velhice é mesmo assim, mas eu depois venho cá falar de coisas mais alegres especialmente se o Sr. Vitor me ligar a dizer que tem lá várias encomendas para mim!

 

 

 

 

 

Se puderem arranjar uma versão com legendas em português fico desde já muito agradecida porque se não temos que pedir à Tininha que nos faça a tradução em simultâneo mas ela como também não percebe metade das coisas começa a rir muito e nós ficamos com cara de parvas sem saber de quê!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 18:26

Fufas famosas – Edie Windsor

por Lucelia, em 12.12.13

 

 

Por esta altura já todos saberão que a personalidade do ano de 2013 é o papa Francisco o que eu acho uma grandecíssima injustiça porque o papa não teve que fazer nada para ser famoso foi só chegar lá e agora sou papa e tenho milhões de padres e freiras e acólitos e beatas a votar em mim enquanto que as outras personalidades que estavam na votação não tinham nada disso. Atenção porque eu não tenho nada contra o papa, muito pelo contrário porque este até é muito bonzinho e amigo dos probrezinhos e assim mas ele não precisa destas coisas para lhe darem visibilidade enquanto que por exemplo a Edie sim.

 

E quem é a Edie Windsor? Ela é assim uma fufa famosa na América que casou com uma mulher e depois quando a mulher morreu veio o estado e pumba passa para cá uma pipa de massa em IRS porque a gente cá não reconhece o teu casamento e ela danada vai e processa o governo e olhem que não estamos a falar dum país de vão de escada como o nosso, estamos a falar da América que é assim uma coisa em grande e luxuosa! E contra tudo e contra todos ela ganhou o processo e com isso agora há milhares de fufas que já se podem casar na América e isso é que é bonito porque é uma prova de amor muito grande uma pessoa assim casar-se com outra e quem diz o contrário é parvo e nem sequer sabe do que fala!

 

Bom mas a gente cá votámos na Edie para personalidade do ano 2013 por unanimidade com um voto contra da desgraçada da Rosalina que prometeu ao padre que votava no papa e um voto em branco da Idalete que disse que não votava em gente que não conhecia que a mulher tem internet em casa e nem sei para quê porque se é só para andar a cuscar os murais das amigas no feicebuque mais valia passar as tardes em casa da Salomé que sempre lhe saía mais barato!

 

Por isso às vezes tenho vontade de emigrar para conhecer gente nova e desempoeirada e até tenho umas primas na América em Nova Jérsei que estão sempre a dizer-me para ir lá visitá-las só que eu tenho este problema da baixa e não posso ausentar-me para parte incerta porque nunca sei quando vou ser chamada para ir à junta médica. Se não fosse isso ia sim senhora porque ao menos as minhas primas de lá são todas modernas e sabem tudo sobre mim e gostam de mim na mesma ao contrário das primas de cá que são umas grandes invejosas como a minha prima Eufrásia que engravidou e depois teve que casar com o primo Alfredo que é um que é assim muito feio e gordo e gosta muito de ir para os copos e depois diz que bate na mulher mas não tem sorte nenhuma porque ela é má como as cobras e vai e mete-lhe pregos na comida e ele anda com os dentes todos escaqueirados para ver o que é bom para a tosse!

 

E como eu criei este blogue não só para divulgar as vidas de fufas que ninguém conhece como nós, fica aqui o reparo que aposto que ninguém neste país de fim de mundo se vai lembrar da Edie amanhã, mas se por acaso alguma alminha fizer uma notíca de jeito sobre o facto dela quase ter sido personalidade do ano de 2013 eu venho aqui fazer um updaite porque a Tininha já me explicou que estes textos são como coisas vivas, não é só cuspir uns perdigotos para o ecrã, é que agora estas palavras que aqui estão amanhã pode-se vir cá e mudar tudo mas nunca por nunca irão ver um texto meu a dizer que votei no papa e se isso acontecer foi porque a Rosalina conseguiu entrar na minha área pessoal mas assim que eu der por ela venho cá apagar tudo porque isto é um blogue de fufas e não de beatas!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:14

Fufas Famosas - Dina

por Lucelia, em 11.12.13

 

Estava assim indecisa entre começar esta nova rubrica das fufas famosas por fufas de cá ou de fora porque lá há muitas mais e muito mais escolha, mas seguindo o lema do que é nacional é bom resolvi começar por cá porque apesar de poucas também temos fufas famosas em Portugal e é bom que se divulgue por aí porque assim de repente parece que vivemos num país só de beatas e não pode ser!

 

Falei com as minhas amigas e nem todas concordaram que a Dina devia ser a primeira, ah e tal porque a Ana Zanatti tem muito mais estilo e não tem nada a ver e se queres cantoras porque não escolhes a Lara Li que tem melhor voz mas eu decidi que a primeira devia ser a Dina e pus logo um ponto final à conversa porque ah e tal ela é assim meio camiona e que culpa tem a rapariga de ser a cara chapada do João Pedro Pais? Temos que ser umas para as outras, estas mulheres são todas iguais, se vêm uma a ter sucesso começam logo a arranjar defeitos a torto e a direito! Por isso e apesar do sucesso da Dina ter assim umas décadas ela deve ter sido a fufa portuguesa que mais alto brilhou no firmamento das estrelas lésbicas e por isso eu digo que ela merece a minha singela homenagem!

 

E quem foi a Dina? pergunta-me aqui a Tininha que é o que eu digo, estas gerações mais novas tem uma falta de cultura que é de bradar aos céus! Lá tive eu que lhe explicar que a Dina foi uma cantora assim muito famosa nos anos 80 e 90 e que ganhou uns concursos que havia dantes que era a eurovisão da canção e aquilo era muito giro porque tinha juris de todos os distritos do país e era uma emoção a gente à espera dos votos do juri de Viseu que nunca mais chegavam porque havia problemas técnicos e depois o Eládio Clímaco que era um apresentador muito bichona dizia assim ó juri de Viseu podem por favor repetir a vossa votação que aqui em Lisboa não se ouve nada e nós a abanar a cabeça porque nós ouvíamos tudo só o Eládio é que devia ter o pipo do ouvido avariado e não ouvia nada! E a torcermos muito pela nossa menina porque aquela nunca nos enganou e sempre soubemos que jogava pelo nosso clube, que é como quem diz, aquela vê-se bem ao longe e não engana ninguém! Se bem que andei aqui a pesquisar na internet e não consigo encontrar uma porcaria que seja duma entrevista onde ela tenha assumido que era lésbica! Só na wikipedia dizem que em 2008 "assumiu o seu sapatonismo" e eu estou aqui fula da vida porque a mulher é portuguesa dos quatro costados, uma mulher do Norte ainda por cima, e o raio dos moços que metem para lá as coisas que não sabiam dizer que ela tinha assumido o seu fufismo que era muito mais nacional do que misturar essas coisas com sapatos que um dia ainda hei-de perguntar à brasileira que trabalha no restaurante do Sr. Vitor porque é que as fufas brasileiras se chamam sapatonas!

 

Bem mas a Dina, a nossa menina, lá ganhou o concurso de cançonetismo nacional e foi toda contente com o seu Amor de Água Fresca até à Suécia representar o nosso país e parece que aquilo correu mal mas eu acho que foi porque os suecos não perceberam que aquilo era assim uma canção de amor que metia fruta fresca e só quem a lambe e a trinca é que percebe! Mas depois dos zero pontos do juri do Luxemburgo ela coitada já estava assim desanimada porque percebeu logo que a irlandesa ia ganhar e aquilo os juris tavam era todos feitos uns com os outros porque a Irlanda era só facturar e ela nada! Depois foi um ar que se lhe deu que nunca mais se ouviu falar dela, nem sequer quando assumiu o sapatonismo porque se calhar essa palavra não tá assim nos coisos de buscas dos senhores que fazem as notícias e ninguém deu por nada.

 

Para rematar quero só dizer uma coisa que as minhas amigas disseram para eu não dizer porque não tem nada a ver mas eu digo na mesma porque cada um faz o que lhe apetece e quando eu disse que ia fazer um blogue e que queria ajuda elas ai e tal agora não me dá jeito porque tenho que ir fazer compras de Natal por isso o voto delas na matéria é zero! Cá vai disto! É assim um aparte sobre os nomes que se escolhem para as filhas porque dar o nome de Ondina, ou Dina, a uma criança é meio caminho andado para dizer ao mundo e arredores que a filha é lésbica. Por isso são de evitar nomes como Dina, Carla, Cristina, Mónica ou Susana, a não ser que não queiram nunca vir a ser avós. Se bem que hoje em dia com os métodos artificiais tudo é possível mas como é caro como o raio é bom é para as espanholas que cá a pessoa não tem dinheiro nem para mandar cantar um cego quanto mais ir a Barcelona engravidar! Escolham nomes tipo Aldozinda ou Rosalina, se bem que eu conheço uma Rosalina que é lésbica mas sempre é beata o que deve atenuar um bocado a dor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:38

Séries de fufas – OINB

por Lucelia, em 09.12.13

 

Achei por bem começar aqui uma rubrica relacionada com as séries que metem gente como nós porque dantes não se via nada disto na televisão e nem sei se agora já se vê mas também pouco importa porque agora com a net estamos mais informadas e conseguimos ver tudo o que se faz por esse mundo fora e já podemos dizer às beatas que acham que somos filhas do demo que ao menos quando formos parar ao inferno vamos muitíssimo bem acompanhadas que até vai parecer que estamos na carpete vermelha que eu dantes não sabia o que era mas agora como estou muito tempo em casa papo tudo e vejo as actrizes lésbicas a passearem nas carpetes vermelhas e a mandarem beijos para as mulheres e para os filhos que elas são muito mais modernas do que nós e já têm famílias estabelecidas e tudo.

 

Voltando a esta série que agora está na moda que se chama Orange Is the New Black sobre uma mocita que era fufa e foi presa mas não foi por causa disso, eu ainda estou um bocado indecisa sobre o que acho porque começou bem é certo com duas moças jeitosas a tomarem duche juntas e tudo, mas depois parece que a coisa perdeu fôlego e nunca mais se viu assim nada de especial a não ser um beijo muito fugaz praí no episódio 3 ou 4. Sim porque eu já vou no 6º e a única cena memorável foi duma fufa gordalhufa a masturbar-se com uma ferramenta o que sinceramente caiu-me muito mal porque para pesadelos já bastam as contas que me chegam ao fim do mês! Foi essa e outra cena duma russa maluca que enfiou um tampão menstruado na sandes da mocita que ficou sem comer durante dias e dias que foi uma limpeza e nem quero me lembrar da cena que a mocita vai pedir desculpa à russa por ter dito que a comida que ela fazia era uma grande porcaria e a russa tá assim deitada de pernoca ao léu e eu se visse uma coisa daquelas era capaz de me pôr a duvidar da minha orientação sexual o que era uma chatice especialmente agora que criei o Clube Safo da Rinchoa e que tenho tantas amigas a contarem comigo para lhes defender os direitos e essas coisas assim nobres e bonitas porque nós aqui em Portugal temos falta de quem nos defenda porque no meio de tanta crise é muito fácil esquecerem-se que nós existimos e isso não pode ser porque somos nós que damos graça e colorido ao mundo e às séries e aos filmes e se calhar aos livros, ainda não sei bem porque não consegui ainda pôr as mãos no livro da Ana Zanatti mas assim que conseguir eu venho aqui dizer-vos o que acho dele.

 

Ainda por cima a mocita que é protagonista da tal série tinha tanto potencial especialmente ali no meio das outras presidiárias mas até agora nada, nicles, a moça parece que perdeu o tino e só pensa no namorado e assim isto deixa de ter piada porque eu pensava que esta série ia ser assim como o L Word mas com todas na prisão sempre nuas e à molhada e não está a ser nada disso. Vou dar o benefício da dúvida por mais 2 episódios ou assim e depois se continuar neste chove não molha apago tudo porque isto ocupa uma data de gigas no meu disco que está sempre ali no vermelho e depois começa a dar erros e mais erros e eu não consigo ver nada e ainda fico fula quando me queixo à Tininha e ela diz que a culpa é minha porque nunca apago nada e não pode ser porque estas coisas têm limitações e só quando a gente compra é que dizem que é tudo ilimitado e não se preocupe minha senhora que nunca vai conseguir encher este disco de última geração porque eles devem pensar que eu quero os discos para guardar fotografias dos netos e se soubessem para o que é não se punham a dizer parvoíces!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:12

Os estatutos do nosso Clube

por Lucelia, em 07.12.13

 

Ora aqui está outra das minhas ideias peregrinas que às vezes mais valia ficar quieta e sossegada e livre de confusões! Mas eu achei que agora que o Clube era à séria tinhamos que definir assim os estatutos para que estivéssemos todas na mesma página e não umas a ler o índice, outras a divagar na parte das novelas e a Zefa à procura da lareira para enfiar lá o livro que nunca aquela mulher será culta por mais que a gente se esforce!

 

A bem da nossa comunidade decidi convocar uma sessão extraordinária do Clube para debatermos os estatutos e ofereci de novo a minha sala e uns saquinhos de bolachas da D. Júlia que encontrei no meio dumas arrumações que estive a fazer e que estavam quase a acabar o prazo e não sei se foi disso ou do tempo que está uma porcaria que nem apetece sair de casa num sábado à tarde vieram todas aqui enfiar-se e mais a Idalete que não tinha a certeza se queria ficar porque não tinha percebido bem o que era isso dos estatutos.

 

Ora então eu achei por bem começar por aí, por explicar que os estatutos são assim uma espécie de leis que iam governar as nossas acções e elas já todas a bufar porque para isso mais valia terem ido para a tasca do Joaquim porque lá não há rei nem lei e ele sempre faculta uns tremoços para as que lá vão ver os jogos da bola. Mas a culpa é minha porque eu podia ter visto que hoje joga o Benfica e estas mulheres não podem ver um trapinho vermelho com uma águia estampada que ficam logo todas viradas!

 

Bem devia ter dito que elas que deixassem estar que ficava para a próxima mas achei que se as tinha lá em casa assim todas juntas mais valia aproveitar e falarmos já sobre os estatutos para ir adiantando serviço. O primeiro artigo que eu queria que ficasse por escrito eram as quotas do Clube e eu achei que 1 euro por mês parecia-me adequado, nem que fosse para me ajudar a pagar as contas da EDP que a luz está pela hora da morte e uma pessoa assim de baixa não consegue lidar com os custos galopantes de tudo o que é serviço neste país! Claro que começaram todas a implicar, que era só o que mais faltava que quando tive a ideia de criar o Clube nunca lhes tinha dito que ia ser preciso pagar e que se era assim já não queriam que estavam muito bem como estavam e não precisavam de nenhum Clube ou Associação para as representar! E eu a explicar que as partes administrativas e burocráticas de qualquer tipo de ajuntamento têm sempre um custo e elas a fingirem que não me ouviam e só a Micaela é que dizia que talvez pudesse pagar mas não ia ser 1 euro e não ia ser todos os meses porque há outras prioridades na vida do que estar assim a jogar dinheiro fora sem se saber para quem nem porquê.

 

Às tantas a Rosalina santa alminha também me defendeu porque ela participa lá nas confraternizações da paróquia e ela sabe bem as despesas que estas coisas são que isto é mesmo assim, raio das fufas que ó menos as velhas beatas largam muito mais facilmente o dinheirito lá nos saquinhos das esmolas que estas mulheres aqui que é só para o que lhes convém e lhes interessa! Concordámos entre todas que a quota seria então de 50 cêntimos por mês cada uma e 75 cêntimos por casal o que eu achei uma enorme injustiça porque entre nós todas só há um casal mas se não lhe fizessemos um desconto a Zefa dizia que nunca mais punha os pés no Clube e isso não podia ser porque ela é uma digníssima representante da nossa espécie e é a única que tem um pátio em casa que dá para fazer churrascadas o que nos vai dar um jeitaço quando chegar o verão.

 

Passámos então para a discussão sobre o segundo artigo e elas todas e ai que isto nunca mais tem fim e ai onde é que estão as bolachinhas que nos prometeste e a Idalete ai filha que ainda não percebi o que eram os estatutos e se calhar vou andando porque a Tininha ficou de lá ir hoje dar um jeito à casa e a Salomé ai que tenho que ir ver dos gatos porque há uma que tá prenhe e se não me ponho a pau ainda me vai parir nas minhas almofadas estampadas e eu tá bem é só mais este que era sobre os objectivos do nosso Clube que deviam ser assim coisas nobres e bonitas de que nos orgulhássemos todas muito e que promovesse os nossos direitos e depois vinham assim as televisões e os jornais e demais meios de comunicação social olhar para eles e dizerem sim senhora aqui está uma Associação como deve de ser e não uma dessas de vão de escada que dizem que vão melhorar a vida das pessoas mas depois não fazem nada!

 

E com isto gerou-se uma discussão danada porque elas diziam que se o Clube fosse para melhorar a vida das pessoas devia era dar-lhes dinheiro ao fim do mês e não estar a pedir para pagarem quotas e cenas assim que isso não fazia sentido nenhum e que o segundo artigo ia contra o primeiro e que eu é que tinha a mania que sabia e que não iam concordar com os objectivos a não ser que eu desistisse do pagamento das quotas mensais! E eu naquela o que é que uma pessoa há-de fazer pois se não concordar com tudo para as despachar dali para fora que é o que eu digo, nas séries não se passa nada disto é tudo muito lindo muita paz muito amor e aposto que se viessem cá para a Rinchoa acabava tudo à batatada que era para verem como é que as coisas são na realidade!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:43

Mitos das fufas – a masculinidade

por Lucelia, em 07.12.13

 

Este é um se não o maior mito relacionado com as fufas que é o de toda a gente achar que somos todas masculinas que mais valia termos nascido homens o que é uma grandessíssima injustiça porque no nosso grupo há para aí uma, talvez duas, que são mais masculinas mas as restantes somos muito mulheres sim senhora! Eu acho que este mito foi iniciado pelas outras mulheres que têm uma inveja danada de nós porque elas não têm tempo para se arranjar convenientemente de manhã porque vai-se a ver e assim que se levantam têm que ir preparar a marmita dos maridos e depois ir acordar os filhos e limpar-lhes as remelas  e vesti-los e garantir que não saem de casa sem um papo-seco no bucho e ao fim disto tudo já está o Zé Manel com cara de poucos amigos à porta de casa porque já está atrasado para o serviço e a mulher ainda nem se vestiu! Pois tá claro que elas não têm tempo para elas e depois quando a gente chega todas empinocadas ao serviço elas ficam furiosas, fulas da vida mesmo e nem se lhes pode dizer nada se não queremos logo ouvi-las desfiar o rol de desgraças que é a vida delas e ah e tal tu sabes lá o que é a minha vida, o Manelinho e o Francisquinho dão-me cá uma trabalheira e tu não tens filhos não sabes nem sonhas a dificuldade que é! E nós a mordermos os lábios cheias de vontade de lhes perguntar para que raio tiveram filhos se andam o tempo todo a queixar-se deles mas o melhor é nem dizer nada para não comprarmos uma guerra porque se elas já andam com a pulga atrás da orelha em relação às lésbicas imagina se desatamos a dizer que a nossa vidinha é muito melhor que a delas porque ao menos temos tempo para nos empinocarmos e elas não!

 

Mas voltando à questão das fufas serem muito mulheres eu assim masculina mesmo só conheço a Zefa porque é uma verdade que o pai dela quando ela nasceu pensou que era um rapaz e foi logo contar a toda a gente que lhe tinha nascido o filho que ele queria e desejava e só mais tarde é que a mulher tomou coragem e lhe disse que o que ele tinha visto mais não era que o cordão umbilical. Não sei se foi disso ou se foi da avó a ter deixado cair de cabeça uma vez que ela se lhe atirou aos peitos, coitadinha devia estar cheia de fome, mas a avó assustou-se com aquilo porque já ninguém se lhe chegava ali tão perto desde o fim da guerra que lhe levou o marido paz à sua alma, e pumba, deixou cair a criança e aquilo pode ter-lhe causado um desarranjo de personalidade e se calhar é por isso que a Zefa é assim como é. Como usa o cabelito curto, vista de trás parece mesmo um homem e depois a andar e a falar assim com grandes gestos e assim alto que eu estou sempre a dizer-lhe que ela é uma senhora e deve comportar-se como tal que já não temos idade para andar por aí a causar espalhafato! Ela é masculina e não é só no físico, também tem trejeitos à homem como gostar de ver a bola e gostar de brasileiras. Enfim, das brasileiras nós também gostamos porque elas têm assim um jeitinho especial e tratam tão bem as pessoas, são tão simpáticas e tudo que depois há quem se aproveite, eu não porque sou discreta e não gosto de me meter em confusões que não sei como vão acabar porque eu posso ser mulher mas não sou parva como as outras que se casam e desatam a ter filhos por dá cá aquela palha e depois quem as atura somos nós porque os maridos entretanto pisgam-se para a bola, para petiscadas com amigos ou com brasileiras ou sabe-se lá para onde que quando lhes perguntamos pelo Zé Manel respondem-nos sempre que o filho da mãe isto ó aquilo e nós cheias de vontade de lhes perguntar então porque se casaram mas lá está, o melhor mesmo é ficarmos caladinhas e fingir que também temos assim problemas como elas porque as mulheres são muito invejosas e não gostam de ver ninguém de bem com a vida sem desatarem logo a inventar problemas onde não os há!

 

Mas tirando a Zefa que realmente encalha no mito, as outras são muito mulheres. A Micaela por exemplo trabalha num cabeleireiro e anda sempre muito bem arranjada. Ela até já foi esteticista mas depois cansou-se e nem foi de uma vez quase ter levado com um sapato na cabeça porque ia arrancando a pele à pardaleca duma cliente que ficou tão furiosa que aquilo foi uma escandaleira tal que até tiveram que chamar a polícia para tirar de lá a mulher, foi porque uma vez ia indo desta para melhor porque o patrão agora tem a mania que aquilo é um negócio low-cost e foi comprar as panelas de cera ali ao chinês da avenida e aquilo deu-lhe um safanico e ao mesmo tempo um choque à Micaela que ficou furiosa e disse ao patrão que se quisesse depilação que a fizesse ele porque ela já estava farta! Ainda fez uma perninha nas unhas mas como precisa de usar óculos mas não quer e não é por causa do preço porque a Rosalina trabalha numa óptica e até lhe fazia um desconto jeitoso, é mesmo só porque é muito vaidosa e acha que os óculos lhe estragam o conjunto, assim as unhas ficavam bem pintadas mas depois os dedos também e as clientes fartavam-se de reclamar. O busílis é que o patrão não a pode despedir porque deve uma pipa de massa ao pai da Micaela que o ajudou a montar o salão na condição que a filha lá trabalhasse e foi uma trabalheira convencer a rapariga porque ela é muito boa pequena mas é muito preguiçosa e passa mais tempo na conversa com as outras do que propriamente a lavar os cabelos às clientes que de vez em quando ainda se queixam porque ela distrai-se com as outras e depois a água sai demasiado quente ou demasiado fria e ela encolhe os ombros e diz que se não gostam do serviço que lavem os cabelos em casa o que é muito mau para o negócio e eu já lhe disse para ela ter tento na língua mas a rapariga é mesmo assim, muito jeitosa mas um bocadito destravada!

 

Em miúdas a Micaela e a Idalete até eram das raparigas mais bonitas aqui da zona e tinham imensos pretendentes que andavam sempre atrás delas e eu dou-te isto e aquilo e levo-te ao cinema e a jantar e elas aproveitavam-se claro, mas quando chegava a altura do ai agora tens que te despir para me pagar todos os bilhetes de cinema e jantares que enfardaste elas punham-se logo em sentido e mandavam-nos passear, às vezes tinham era que chamar a Zefa para ir com elas porque nem sempre os rapazes aceitavam de bom grado que o investimento não ia ter retorno e então lá tinha a Zefa que ameaçar que se eles voltassem a importuná-las iam ficar com uma cicatriz na cabeça assim igual à dela daquela vez que a avó a deixou cair de cabeça no chão.

 

Se calhar por isso também os homens espalham este mito porque as miúdas giras que eram lésbicas nunca lhes deram troco e eles ai é então vais ver o que vou dizer por aí e vai de dizer que as lésbicas são todas homens disfarçados que andam a comprar pilas no chinês, o que é mentira porque tirando a Micaela nem eu nem nenhuma das minhas amigas compramos seja o que for no chinês porque aquilo é tudo material de má qualidade que não dura nem um dia!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:58

Mitos e manias das fufas – os dildos

por Lucelia, em 01.12.13

 

 

Confesso que tive alguma dificuldade em pensar em que categoria se enquadram estes objectos imprescindíveis na vida sexual de qualquer fufa em geral e naqui das da Rinchoa em particular. O dildo é assim uma coisa que dispensa apresentação, toda a gente sabe para o que serve e toda a gente tem uma forte opinião sobre ele. A parte do mito é toda a gente achar que os dildos são como os pénis, ou seja, para as mulheres vale tudo desde que seja preto, grande e grosso o que é um enorme disparate porque as pardalecas são tão ou mais complicadas do que as suas donas.

 

Escolher um dildo pode ser uma espécie de busca do Santo Graal na vida duma fufa, pode ter que experimentar dezenas de modelos até achar aquele que mais lhe convém e até pode precisar de dois, um para si mesma e outro para a parceira embora nem todas as fufas percebam que o lhe serve a si pode não dar para a outra, e aí começam as chatices em casa porque os dildos não são propriamente baratos e: ah e tal e deste não gosto e mas não gostas porquê? E ah porque é demasiado rijo! E não é nada tu é que não estás a facilitar a passagem! E até aposto que tás a fazer de propósito porque fui eu que escolhi este e tu querias era o outro! E esta é uma grande verdade tem que se admitir porque as fufas gostam de escolher os seus dildos e estão no seu direito, há quem diga que é mania mas eu até acho que não porque os direitos quando nascem são iguais para todos e cada qual é que sabe o que gosta de dar de comer à sua pardaleca e ninguém tem nada a ver com isso.

 

Voltando à necessidade que as mulheres têm dos seus dildos e antes que venha para aí alguém dizer que é mito eu digo já que não é porque para alguma coisa se inventaram os dedos e não é de agora que quando uma mulher mais nova se queixa a outra mais velha lá ouve o chavão olha coça a tua passarinha como eu coçei a minha, que isto das mulheres ficarem a chuchar nos dedos enquanto os maridos gozam com outras mulheres, almofadas, galinhas, ou um frasco de picles que para o caso deles tanto faz desde que tenha um buraco, isso é que é um grandessíssimo mito e então hoje em dia que há tanta escolha na internet, é mesmo só por preguiça que uma mulher não encontra aquilo que quer e precisa.

 

A demanda de um dildo consome-nos um bom bocado mas depois compensa, e isso é um facto! Há as que demoram o seu tempo e é preciso ter algum cuidado, e mesmo em tempos de crise eu digo sempre às minhas amigas que o barato sai caro. Sim porque por exemplo a Micaela que está sempre à procura de novidades foi ali ao chinês da avenida e viu assim uma caixinha que dizia massajador vibratório de banho e ela achou aquilo engraçado e resolveu experimentar e eu disse-lhe que era melhor ler as instruções mas aquilo vinha em chinês e ela só dizia lá tás tu com as tuas manias! Estás é invejosa porque eu ó menos dou o corpo às balas ao contrário de ti que tás sempre a queixar-te de tudo! O que é uma grande mentira porque eu até sou uma pessoa muito positiva e assim muito para a frente e tudo e só não gosto de me meter em coisas que não percebo e eu disse-lhe que ela é que sabia que a pardaleca era dela e que fosse em frente lá com o dildo chinês e ela vai e vou mesmo! E foi e quase se ia ficando porque assim que enfiou o massajador na água aquilo começa assim aos soluços e aos silvos e ela ao princípio achou piada porque achou que fazia parte do encanto do mecanismo mas depois quando viu as faíscas e aquilo a aquecer muito assustou-se e fez o que nunca por nunca se faz que foi deixar cair aquilo dentro de água e só por sorte não apanhou um choque daqueles que deixam uma pessoa com o cabelo em pé e a cheirar vagamente a queimado e é por isso que não me venham pedir para comprar coisas no chinês porque não há nada daquela loja que dure mais do que um dia ou um par de horas!

 

Ao menos a Idalete mandou vir o dela da Inglaterra e era assim uma éspecie de dois em um porque tinha o dildo e depois tinha um coelhinho montado nele com umas orelhitas que quando se ligava aquilo ficavam a dar a dar e a Idalete dizia a quem a quisesse ouvir que já não conseguia adormecer sem brincar primeiro com o coelhinho só que e esta é a parte chata dos vícios um dia as orelhitas do coelhinho deixaram de abanar e não era por falta de pilha e ninguém conseguia pôr aquilo a funcionar e a Idalete andava com uma depressão tão grande que parecia que lhe tinha morrido alguém e nem se lhe podia falar nisso que ela desatava logo a chorar.

 

E depois há aquelas fufas que têm verdadeiras coleções de dildos, assim tipo dildos para todas as ocasiões. Essas são aquelas que têm mais olhos que barriga que é como quem diz vão comprando porque podem vir a precisar porque nunca se sabe, quem já viu muitas pardalecas sabe que não há duas iguais e depois vai-se a ver e é para lá caixas e caixas de dildos a ganharem pó. Por isso é que eu digo, querer ter um bom dildo é normal, mais do que isso é pura mitologia!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:12

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D


Links

Linques úteis