Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



 

 

Antes de qualquer outra coisa tenho que clarificar que hoje estou que nem posso desde que percebi que uma das minhas tias me bloqueou no faicebuque e ainda hei-de descobrir-lhe a palavra chave para ir lá pôr uns posts no mural dela porque hoje, e só hoje, estou com um pó às beatas que o melhor é nem se aproximarem de mim! Foi isso e foi a Rosalina que assim sem mais me pergunta porque é que nunca mais fiz um jantar com a Lídia e eu vai e fiquei lívida porque esse nome não se deve pronunciar nas minhas redondezas e ela devia saber isso tão bem como todas as outras fufas aqui da zona que se me vêem dum lado e essa galdéria do outro fazem assim uma espécie de barreira para que eu nem dê por ela se não passo-me! Mas depois lembrei-me que a Rosalina coitada já não vai para nova e aquilo deve ter sido como que um grito de socorro das suas agonizantes celulazinhas neuronais e por esta não a fiz pagar caro, mas santa paciência e mais às fufas de meia idade que se esquecem de tomar o memofante!

 

E se as caras leitoras se estão a interrogar quem será essa tal de Lídia pois que foi uma ex-colega minha com quem tive um caso tórrido até descobrir que ela era casada! Nunca tinha conhecido uma pessoa assim, mentia com quantos dentes tinha, e dizia-me que era solteira e que nunca tinha estado com ninguém antes mas que desde sempre se tinha sentido atraída por mulheres. E eu parva fui na conversa daqueles olhos de amêndoa doce e o decote perfumado que tão bem acompanhava o resto do pacote. Até ao dia em que a Lídia teve uma quebra de tensão muito forte e estava eu assim a abaná-la com as fotocópias dos trabalhos dos meninos quando oiço nos megafones da escola uma voz a dizer "D. Lídia chegou o seu marido" e pumba, já foste! As mulheres em querendo são más como as cobras é o que vos digo!

 

Mas não era nada disso que queria partilhar hoje convosco! Queria contar-vos que esbarrei-me com uma dessas fufas da era antiga e lembrei-me que são elas que dão má fama às mulheres portuguesas no geral e às fufas em particular. Não posso deixar de referir que ela pertence a esse Clube infame que é o da Brandoa, sim porque as fufas aqui da Rinchoa não têm nada a ver com essas e somos pela cor, pela vida, pelo amor e por todas  as coisas boas e bonitas da vida pós-moderna!

 

Porque é que há mulheres que se deixam desleixar a este ponto pergunto-me?

 

Ele é o cabelo, assim curto e escorrido, e muitas vezes grisalho que tintas para elas são as da Cin e mesmo assim só primários incolores! Não digo que gastem horas a aplicar extensões ou a fazer madeixas, eu bem sei o tempo que a Micaela passa a arranjar-se, até perde mais tempo com ela que com as clientes, mas daí a dizerem ao mundo que todas as fufas têm cabelo de rato pelado vai uma enorme distância e é nisso que devíamos investir, nos cabelos senhoras, os cabelos são o vosso cartão de visita, e se quiserem melhorar esse vosso visual é só dizerem porque a Micaela faz-vos uns descontos muito bons lá no salão e ainda vos oferece um cafézinho enquanto esperam pela vossa vez.

 

Ele é os dentes, ou a falta deles. Senhoras, hoje em dia há tantos seguros que por meia dúzia de tostões vos garantem um lugarzinho numa magnífica cadeira de dentista. É preciso ter um certo critério na escolha, é verdade, porque tenho ouvido umas histórias como aquela do Osvaldo careca que quis arranjar os dentes para o casamento do filho mas como o orçamento não dava para tudo falou com uma prima estagiária que lhe fez o servicinho quase de borla mas depois no casamento ao dar uma trinca na sandes de leitão vieram os dentes todos atrás e ele amaldiçoou o momento em que decidiu alugar a charrete para transportar os noivos em vez de ter investido a sério na dentadura. Portanto como digo, os dentes todos no sítio, e todos direitinhos e branquinhos, é meio caminho andado para serem cumprimentadas com um sorriso, que poderão retribuir sem medo. Será por isso que as fufas pré-modernas são tão macambúzias? Terão vergonha dos buracos dentários que a vida madrasta ou uma namorada mais agressiva lhes terá infligido? Se for esse o caso, minhas amigas, ponham uma pedra no passado! Actualizem-se, abram os vossos brousers e escrevam "substituição total e imediata de dentes partidos ou perdidos". Vão ver como um admirável mundo novo se abrirá perante os vossos olhos incrédulos!

 

Ele é a pele, ó senhoras com tantas lojas do Boticário espalhadas por esses shoppings fora, com tantas meninas brasileiras dispostas a fazerem-vos testes cutâneos à borla, por amor de quem sois, já está na hora de começarem a tratar da vossa cútis oleosa e envelhecida! Para além dos cabelos e dos dentes, uma pele tonificada e bem cuidada diz muito sobre nós, que somos mulheres e gostamos muito de nos cuidarmos tanto ou mais do que as outras, até porque os homens não ligam grande coisa à aparência das mulheres e nem sabem distinguir um creme para os pés dum creme esfoliante. Não se iludam minhas amigas, as mulheres cuidam-se por causa das outras mulheres, e esse é o grande segredo das brasileiras e é por isso que elas agradam duma forma tão transversal , a novos e a velhos, a homens e a mulheres, a todos elas cativam com a sua graça e o seu charme e a imensidão de horas que passam em salões de estética a esfoliarem-se, a depilarem-se a massajarem-se, lá está, a gente vai por um caminho e vê logo que é um mau caminho mas digam lá que não gostam?

 

E por favor não me façam falar dos pelos! Nas pernas, nas axilas e nas virilhas é logo morte súbita e fim de jogo imediato! As mulheres têm que andar sempre depiladas e ponto final. Não há desculpa absolutamente nenhuma para não o fazerem, nem sequer a falta de tempo porque se têm tempo para levar o Tinoco à manicure canina também têm tempo para levar as vossas perninhas ao salão da Micaela!

 

Ia agora falar da roupa mas reconheço que nesse campo perco-me um bom bocado porque não sou daquelas fufas fashionistas e nem sequer tenho grande gosto para os trapos. Sei do que não gosto, de camisas largas e calções, calções por safo! Antes túnicas, agora calções! Calções é para putos, daqueles ranhosos e lingrinhas, não para mulheres! E camisas largas é para disfarçar obesidade e não para esconder o que de melhor têm as mulheres! Se não gostam de ter seios, se não gostam de os mostrar, o melhor é consultarem um especialista. Não há mulher que seja mesmo e intimamente no fundo feminina que não goste de ter e de ver um bom par de mamas. Pequenas ou grandes desde que sejam exibidas com orgulho, é o que queremos, pedimos, pelamo-nos para ver e já estou de novo naquele mau caminho, que agora é muito perigoso porque a Cátia não gosta que eu escreva sobre estas coisas, enfim!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:30


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Idalete a 08.05.2014 às 13:38

Olha a Zefa!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D


Links

Linques úteis




Sitemetro