Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Categorias de pardalecas

por Lucelia, em 29.12.13

 

 

Chegou a altura de falar de coisas mais íntimas até porque estava aqui a navegar na net e vi um texto sobre tipos de pardalecas e achei ora aí está uma coisa sobre a qual me posso pronunciar com conhecimento de causa. A pardaleca é assim um tópico que se evita por causa do pudor e porque as mulheres são todas muito púdicas à primeira vista porque depois de alguma conversa vai-se a ver e algumas são umas grandes malucas, nem todas claro porque há uma categoria que eu nem vou mencionar na minha lista que são as frígidas que são aquelas que não sentem nada nem que seja à força de marteladas.

 

As pardalecas têm donas mas às vezes não têm nada a ver com elas, a gente vai à espera de uma coisa e sai outra completamente diferente e é essa a beleza da coisa, se bem que na grande maioria das vezes a coisa não corre lá muito bem que é o mal de quem gosta de se guiar pelas suas expectativas como eu.

 

  1. As meninas do GPS:  estas são aquelas que precisam de estar sempre a dar indicações porque têm pardalecas muito selectivas que só permitem determinados tipos de toques e não é em todo o lado. Sinceramente estas não fazem o meu género porque depois de estar ali assim a ouvir mais à direita, mais à esquerda, mais para cima, agora mais para baixo intercalado com o ocasional NÃO! POR AÍ NÃO CONA CARALHO! que até parece que a gente acabou de entrar numa rua de sentido proibido, a gente só nos apetece pendurar-lhes uma tabuleta a dizer "faça você mesmo".
  2. As depiladas: estas são aquelas que acham que agora está na moda deixarem a pardaleca toda depenada e normalmente são brasileiras porque arrancar os pelos naquela zona doí prá chuchu e elas é que fazem esses sacrifícios em nome da beleza estética se bem que a mim faz-me impressão ver uma mulher crescida ali sem nada e de repente até sinto falta do ocasional pelito mesmo quando os danadinhos se enfiam pela glote adentro e depois para os tirar de lá é o cabo dos trabalhos. Estas às vezes ficam danadas porque gostam de perguntar o que é que você acha disso amorrr? E a gente como gosta de ser honesta diz eu não acho bem que você tenha sacrificado sua perereca dessa forma e elas ficam muito ofendidas e saem porta fora a dizer que as fufas portuguesas são todas umas mulheres de bigode que não se depilam e cheiram a cebola. E nós ficamos tristes porque de certa forma contribuímos para os mitos sobre a nossa classe que tão enraizados estão na nossa cultura popular.
  3. As farfalhudas: estas estão no lado oposto das depiladas, ou seja são aquelas que acham que o pelame deve crescer forte e saudável e então não lhe dão nem um cortezinho com medo que a sua pardaleca seja como o Sansão e perca o vigor e a força. Estas só me chateiam se aquilo for em demasia, isto é se a gente se sentir como naquele filme dos gorilas na bruma, assim no meio da selva à procura do caminho e às vezes cansamo-nos e desistimos e dizemos às miúdas que não temos espírito de exploradoras o que é uma pena porque destas infelizmente também há muitas e elas ficam chateadas e vão dizer às outras que nós somos umas parvalhonas e não percebemos nada da natureza feminina.
  4. As porcas: estas são uma variação das farfalhudas que felizmente só apanhei uma única vez o que quer dizer que as mulheres portuguesas até são muito higiénicas e ciosas do bem estar das suas pardalecas. Não digo que a pessoa esteja sempre a lavar-se com água de rosas até porque isso pode interferir com o pH da dita cuja que é uma coisa que não se deve alterar nunca porque se não ficamos com uma comichão danada e não é daquelas boas. Mas voltando à minha experiência única nesta categoria foi uma vez que eu e a Cátia nos zangámos e eu estava um bocado desesperada e a Idalete apresentou-me uma amiga dela que era a Irene e eu até lhe achei uma certa piada embora tivesse o cabelo assim todo enrolado numas coisas que eu pensava que eram tranças mas depois a Micaela disse-me que eram rastas. A rapariga realmente tinha um cheiro estranho mas eu decidi dar o benefício da dúvida mas rapidamente me arrependi quando ela começa a despir-se e eu vejo que a pardaleca fazia pandan com o cabelo para além de que cheirava a lixo de três dias e eu disse-lhe logo que não conseguia tocar-lhe nem que tivesse um pau de dois metros. Ela ficou muito chateada e começou a dizer que era ecologista e vivia de acordo com as regras da natureza e que até parece que na altura do Paleolítico havia bidés e ninguém se queixava! E eu pensei que se calhar os hominídeos quando se encontravam e desatavam aos uga bugas se calhar estavam era a dizer olha lá a tua mulher cheira pior que a carne podre daquele mamute que caçamos na semana passada!

 

Haveriam muitas mais categorias para incluir mas agora não tenho tempo porque tenho que ir arrumar as traquitanas no calhambeque para regressarmos à Rinchoa antes que a tia Hermínia volte à carga e me venha aqui aspergir o portátil com água benta que até estou com medo que a máquina não resista a tanta benção!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:35


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Zefa a 09.01.2014 às 20:23

É pena não poder dizer os tipos que eu já vi.... E que já ouvi falar
Imagem de perfil

De Lucelia a 10.01.2014 às 10:09

Ui Zefa deixa-te estar quieta porque eu bem sei que tu já viste coisas que parecem do outro mundo! E não queremos saber mais detalhes!
Sem imagem de perfil

De Idalete a 10.01.2014 às 10:10

E as dos piercings? Essas devias incluir! Olha que já há muitas!
Sem imagem de perfil

De Micaela a 10.01.2014 às 11:46

Pois é ó Idalete lembras-te daquela miúda que fizemos e que tu até ficaste com a língua presa no enguiço dela e aquilo foi o cabo dos trabalhos para te arrancar dali? Eheheh!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D


Links

Linques úteis




Sitemetro