Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A primeira reunião do Clube Safo

por Lucelia, em 30.11.13

 

Ai minhas senhoras e meus senhores eu hoje venho aqui dizer-vos que estou que nem posso! É que tremelico tanto que nem consigo ver bem as teclas onde carrego é que vos digo mesmo que hoje cravou-se-me uma dor tão funda que é desta que vou de vez para o buraco, deixa cá anotar o sítio antes que ela se me evapore que da última consulta tive muita dificuldade em dizer à médica onde é que ela parava. Mas hoje não! Sinto-a aqui assim bem perto do coração e ele coitado também que está a bater de tal forma descontrolado que eu nem sei se chego viva ao raiar da madrugada!

 

Mas não vou já ligar para o INEM que da última vez levei uma descompostura que aquilo não era assim e que o que eu tinha não era emergência de espécie alguma e sabem lá eles o que uma pessoa sofre! Antes de ligar o 112 tenho que fazer um compasso de espera porque o rapaz disse-me assim olhe a senhora conta até mil, vá até 2 mil e depois se ainda sentir a cabeça mais pesada que o antebraço tome um comprimido, qualquer um serve, e beba muita água e vá ao feicebuque mandar umas mensagens de carinho aos entes queridos que isso às vezes ajuda a gente a pensar que nunca mais vai ver os que mais ama e depois parece que se agarra assim à vida e tudo melhora. Pois não sei se foi do comprimido, da água ou das fotografias dos gatinhos fofos que andei a espalhar pelos murais dos meus entes queridos mas de facto senti-me logo muito melhor e aquilo assim como foi dessa outra vez nunca mais tive. Até hoje!

 

Mas não era nada disto que eu queria contar, eu de manhã até acordei tão bem disposta e queria até vir ao nosso blogue do sapo, coisa mais linda, dizer que era hoje que ia ser a primeira reunião do nosso Clube! Estava tão contente e orgulhosa, tinha tudo tão bem pensado e organizado mas ainda bem que nem disse nada porque ia criar muitas expectativas e parece que aquilo é assim como às moscas, vem umas atrás das outras e antes que a gente se aperceba está no meio dum enxame tal que já só dá para sair dali à pazada! Ai, logo eu, que sou uma pessoa tão respeitada, tão digna, sempre levei uma vida tão regrada, para o que me havia de dar! Se a minha querida mãe ainda fosse viva bem me havia de dizer que era bem feito, que eu sempre tive a mania das grandezas mas ela não percebe que o problema não sou eu, é esta mania das pessoas agora acharem que sabem tudo sobre todas as coisas porque vão assim à internet procurar e depois como cada uma escreve o que lhe apetece lá na caixa das buscas levam todas com resultados diferentes e depois ninguém se entende!

 

E eu que levei tanto tempo a preparar a nossa reunião, como era a primeira até acedi que fosse aqui em casa apesar da minha sala ser das mais pequenas, acolhedora sim, mas não deixa de ser curta para o espaço que eu idealizava. Mas pus assim uns quadrinhos com uns dizeres inspiradores "Faz o bem  e não olhes a quem", "Sempre com um sorriso nos lábios e amor no coração", "Os meus amigos são as estrelas do meu universo", "Sem amor não há luz no mundo". Enfim, frases inspiradoras para abrir o coração das minhas amigas e preparar-nos a todas para um serão de debates sobre os vários temas que eu tinha preparado.

 

Elas foram chegando, mais cedo que o previsto porque ainda estava a acabar de pensar na disposição de lugares que melhor se adaptaria aos debates e já ouvia a Zefa a bufar porque trabalha todo o dia em pé e era só o que mais faltava agora ficar à espera que eu decidisse onde é que ela tinha que se sentar! Mas ainda dentro da calma que eu pretendia lá abri a ordem do dia distribuindo uns formulários às minhas amigas para oficializarem a sua inscrição no nosso Clube. E aí começou o burburinho, porque eu estava a pedir o número do cartão de cidadão na folha e umas porque é que eu não tinha avisado que parece que uma pessoa tem que andar sempre com os documentos para todo o lado! E outras que nem pensar que isso violava o direito à privacidade, que era só o que mais faltava agora desatarem a pôr números pessoais e confidenciais em qualquer folheca de vão de esquina! E outras ainda a dizerem que é por causa destas burocracias que o nosso país está como está! E eu calada mas ofendida claro! Até parece que eu ia pegar assim naquilo e pôr-me a distribuir no meio da rua para que toda a Rinchoa ficasse a saber o quem é quem das fufas daqueles bairros! Mas como queria avançar para os debates lá aceitei que o preenchimento dos formulários fosse opcional e que olha criassem um nique assim que é como o nome que queriam usar quando fossem para as reuniões do clube. Essa parte elas gostaram mas demoraram tanto tempo a pensar se queriam ser Ticha, ou Tucha, ou Kika, ou Amor, ou Néli, ou Suéli, ou sei lá o quê que não percebi metade e da próxima vez tenho que arranjar assim uns autocolantes para elas escreverem os niques à entrada e pespegarem ao peito para ver se não perdemos tanto tempo!

 

Ora então o primeiro tema do dia era a literatura e sendo um Clube agora oficial eu achei que podíamos entre todas escolher um livro para lermos e depois na próxima reunião debatíamos e cada uma falava da forma em como o livro tinha enriquecido a sua vida e aquecido a sua alma e já ouvia a Zefa a grunhir que só se o livro fosse parar dentro da lareira e a Idalete a rir-se que aquela também acha sempre uma piadinha a tudo! Para tentar manter a ordem resolvi perguntar a cada uma que livro recomendariam e aí é que vi que isto tudo foi uma péssima ideia e sinceramente não sei se este Clube tem pernas para andar! Uma até me perguntou se a revista Maria contava! Que aquilo era literatura sim senhora porque até tinha contos e tinha assim o horóscopo e receitas de culinária e note-se, sim é preciso realçar, que tem uma secção só sobre dúvidas LGBT que até há assim uma senhora doutora especializada em fufas que depois responde às nossas dúvidas e acerta sempre! A Zefa dizia que só lia se pudesse ser a Bola, a Rosalina dizia que a mãe não a deixava ler nada a não ser a Bíblia e então se pudesse ser ela agradecia porque até tinha umas poucas em casa que podia emprestar às outras. A Idalte enfim, nunca foi boa de leituras nem na escola que a professora sempre disse à mãe dela que olhe a sua filha nunca irá muito longe mas é boa menina e amiga das outras e nem ela sabia o quanto, só eu e mais umas três que a quarta tivemos que a subornar durante toda a primária para que não abrisse a boca à professora nem aos pais do que tinha visto uma vez que a Idalete se pisgou para a casa de banho com outra e esqueceram-se de fechar a porta!

 

A Maria Antónia é que se lembrou que tinha o livro novo da Ana Zanatti que parece que é assim sobre o Amor e essas coisas e se calhar era boa ideia mas as outras não gostaram porque ninguém queria ir comprar o livro mesmo usando o truque de comprar, ler e devolver pedindo o dinheiro de volta que eu ás vezes faço mas a menina lá do serviço de apoio acho que já me conhece porque já lá fui várias vezes dizer que tinha lido o primeiro capítulo dum livro e não tinha gostado nada e queria o meu dinheiro de volta que se é para pagar que seja em coisas de jeito! Se quiser manter a leitura em dia o melhor é passar a ir a outras lojas que ali ela qualquer dia diz-me que se calhar o problema não são os primeiros capítulos dos livros mas sim eu própria que devo achar que sei muito de literatura e não gosto de nada! Ficámos então de pensar numa forma de todas lermos o livro da Ana Zanatti sem termos que o comprar e a Maria Antónia a rir-se porque ela ao menos já o tinha em casa e as outras todas danadas porque deviam ter pensado num livro que também tivessem em casa em vez de estarem a pensar em porcarias de revistas e de jornais!

 

Posto isto passámos ao segundo tema que era o cinema e aí foi quando tudo descambou e se eu soubesse nem tinha dito nada mas é que eu disse que a Tininha me tinha arranjado um filme que era assim passado em Veneza e que eu queria muito ver mas o ficheiro não se me abria e só tinha conseguido ver um bocadinho no youtube e queria saber se alguma delas o tinha. Era o filme O Turista com a Angelina e vai daí a Idalete diz que Angelina só conhecia a pardaleca farfalhuda da Zefa e eu só vejo a outra a ficar azul e depois verde e por fim vermelha e salta-me para cima da Idalete ó minha grande filha da isto e daquilo e a Rosalina só se benzia e as outras a tentarem tirar a Zefa de cima da Idalete e depois começo a ver coisas a voar, lápis, papéis e canetas, e ganchos a saltar, e perucas de várias tonalidades, e foi um ver se te havias para acalmar aquela gente e a Salomé aos gritos a dizer que chamava a polícia e os bombeiros e as restantes forças militares!

 

E com isto dei por concluída a primeira reunião do Clube pois que não estavam reunidas as condições mínimas de integridade para continuarmos todas no mesmo espaço! E agora estou aqui triste, sim confesso, estou desanimada! Nem consegui chegar ao tema das coisas engraçadas na net que eu até tinha uns linques catitas para partilhar e agora foi-se tudo pelos ares!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:45



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D


Links

Linques úteis




Sitemetro